Arquivo de morte

Morreu Raul Solnado

Posted in Dedicatórias with tags , , , on Agosto 9, 2009 by soniapessoa

“Ao longo da vida devemos deixar um rasto de luz por onde passamos”       Raul Solnado

Este é um daqueles dias chatos da vida, em que a notícia que recebemos da morte de alguém tão querido nos lembra a parte menos boa da vida, ou seja, quando alguém que gostamos e admiramos parte naquela que é a única viagem de ida sem volta. Quando nasci, já Raul Solnado se entregava à arte de fazer rir, por isso, cresci e fiz-me gente a rir com ele. Esta é uma daquelas incontornáveis figuras que faz parte da minha existência e que detesto ver partir… estou, por isso, triste… hoje é um dia muito triste. Fica o desejo de que o artista encontre a paz, num outro mundo onde só o sorriso prevalece… cai o pano, calam-se as palmas, fica a memória e a saudade…

Obrigada Raul, por tudo o que nos deste, em troca de quase nada…

 

Michael Jackson morreu

Posted in Uncategorized with tags , , on Junho 27, 2009 by soniapessoa

Ontem quando coloquei o último post, não havia ainda confirmação da sua morte… o rei da pop morreu… aquilo que me ocorre dizer é que fico com a sensação de que Michael Jackson, no meio da sua grandiosidade, da sua genialidade, devia ser imensamente infeliz e viveu a maioria dos seus 50 anos debaixo de uma imensa tristeza interior… que fique agora em paz.

Michael Jackson morreu?

Posted in Uncategorized with tags , , on Junho 26, 2009 by soniapessoa

“O músico norte-americano Michael Jackson morreu hoje, adiantou o “Los Angeles Times” há poucos minutos, depois de ter sido encontrado em casa sem respirar por paramédicos e ter sido levado para um hospital de Los Angeles.

Sabe-se que Jackson, 50 anos, estava em sua casa quando chamou os paramédicos, cerca do meio-dia (hora local). Segundo o capitão Steve Ruda, o cantor já não respirava quando a ajuda chegou. Jackson recebeu então uma reanimação cardiopulmonar e foi levado numa ambulância para o centro médico da Universidade de Los Angeles, Califórnia (UCLA). Segundo o jornal norte-americano, o músico chegou ao hospital já num coma profundo e terá morrido depois.”

 

“Estás bem?”

Posted in Dedicatórias with tags , , on Agosto 30, 2008 by soniapessoa

Se forem ao cantinho da Cristina e lerem os últimos posts, colocados por ela, facilmente perceberão que naquele cantinho se sofre, sofre-se muito pela perda de um amigo. Porque aqui se fazem amigos, amigos para a vida atrevo-me a dizer e quero muito acreditar, tenho tentado dar algum apoio à Cristina para ultrapassar este momento de dor.

Mas quando nos envolvemos, quando entramos num blog, de corpo e alma, quando comentamos para fazer a diferença, e não apenas comentar por comentar, não ficamos indiferentes ao que por lá se passa, e, por isso, o mau momento que a Cristina está a passar deixou-me a pensar sobre um dos maiores problemas sociais a que esta sociedade consumista de aparências do século XXI nos remete… a solidão e a dificuldade que temos em prestar atenção ao que às vezes está mesmo à nossa frente.

O amigo que a Cristina perdeu não morreu de doença, morreu porque escolheu morrer. De tantas escolhas que fazemos na vida, morrer foi a última que fez. Diz a Cristina que ninguém esperava, que este jovem de 30 anos era a alegria em pessoa, tinha um sorriso contagiante e a vida corria-lhe bem… ou não tão bem… os motivos que o levaram a tal acto de coragem, desespero, e outros adjectivos, pouco importa. Nesta altura todos os amigos e familia se perguntam como não perceberam os sinais, como foi possível não terem prestado atenção… a Cristina sente o mesmo peso da culpa, mas como eu lhe disse, às vezes não há sinais, não há pedidos de ajuda… e se, por algum motivo, ela não estava atenta terá que se perdoar por isso.

A verdade é que fiquei a pensar nisso, na falta de tempo em que vivemos para prestar atenção a quem ao nosso lado sofre… não basta perguntar “estás bem?”, é preciso ficar o tempo suficiente para ouvir se esse alguém está ou não bem…

Lição de Vida II

Posted in Dedicatórias with tags , , on Agosto 6, 2008 by soniapessoa

Numa daquelas incursões que se fazem pela TV Cabo, num daqueles dias chatérrimos, como o de hoje, em que olhamos para o monte da roupa que há para dar a ferro e só nos apetece fugir, em que a inspiração para escrever é pouca, e resta então o marasmo do sofá, à espera de melhores horas, a correr os canais para a frente e para trás… foi nessa incursão que fui dar à SIC Mulher onde estava a dar o programa da Oprah. Ao prestar atenção apercebi-me de que ela fazia a introdução do convidado seguinte e que era o protagonista de um vídeo que aqui coloquei há uns dias atrás: Randy Paush.

Por acaso fiquei com a sensação de que tinha sido um post pouco visitado, ou que tinha, pelo menos, provocado pouca reacção. Talvez porque a última aula/palestra dada por este professor da Carnegie Mellon University ser em inglês, para além de uma intervenção demorada. Quando o vi na Oprah, fiquei curiosa e não mudei de canal… acabei com as lágrimas nos olhos, mais rica interiormente e com uma vontade imensa de o partilhar convosco.

Randy Paush é um professor universitário de ciências informáticas a quem, há cerca de um ano atrás, foi diagnosticado um cancro no pâncreas e a quem foi dado três a seis meses de vida. A última aula deste professor universitário foi dada na Universidade onde leccionava, perante uma plateia de cerca de 400 pessoas, mas era na verdade, e conforme ele diz, uma aula dedicada aos seus três filhos, ainda pequenos.

Nessa lição de vida, deixou-nos uma mensagem, entre outras, muito importante, que diz que devemos seguir os nossos sonhos com insistência e perseverança sem nunca desistir. Devemos viver o dia de hoje como se fosse realmente último. Devemos empenhar-nos de corpo e alma em cada projecto de vida que queremos realizar e acreditar que somos capazes de o fazer. Oprah perguntou a Randy se mudaria alguma coisa na sua vida, ao que ele respondeu que não, pois acreditava ter dado sempre o seu melhor e por isso não se arrependia de nada. E eu achei isto incrível, comoveu-me a força daquele homem ao aceitar de forma tão digna a sua condição, sem ter pena de si próprio, procurando o lado bom da tragédia. A mim deu-me uma grande lição de vida!

Randy Paush, soube hoje, morreu no dia 25 do mês passado, um dia antes do meu aniversário.

A história de Randy Paush (clicar em baixo)

http://www.youtube.com/watch?v=6EvhkBUnxeQ

Flashs do Dia…

Posted in Flashs do Dia... with tags , , , on Abril 29, 2008 by soniapessoa
Pelo menos sete palestinianos, entre eles uma mãe e os seus quatros filhos, foram mortos pelo Exército israelita no norte de Gaza.
28.04.2008
 
“A palavra progresso não terá qualquer sentido enquanto houver crianças infelizes.”
Albert Einstein
 
 
Linkin Park (clicar em baixo)
http://www.youtube.com/watch?v=JwAGc4aM5q0
 
 
Existem “torres gémeas” em todas as partes do mundo, onde há guerra, crianças e morte…