Arquivo de livros infantis

Uma Nova História

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , , on Fevereiro 9, 2009 by soniapessoa

A Ana Fonseca é uma jovem estudante de Design Gráfico, da Covilhã. Conheci-a através deste blog e encontramo-nos pessoalmente quando ela me presenteou com a sua presença no lançamento do meu livro em Lisboa, em Dezembro passado.  A Ana convidou-me a escrever uma história para o trabalho final do seu Mestrado. Ou seja, eu escreveria a história que seria objecto das suas ilustrações… aceitei, e ainda bem que o fiz!

Como o propósito desta história é o Mestrado da Ana, dei-lhe a possibilidade de escolher qual seria o tema… A Ana pregou-me uma partida e pediu-me apenas que a história fosse sobre animais. Aceitei, mas com um friozinho na barriga já que nunca o tinha feito. Considerei-o por isso um desafio também para mim… escrever uma história cujas personagens fossem animais, e não meninos e meninas.

A história está escrita… apaixonei-me por ela, acho, por isso, que resultou muito bem. A Ana já a tem em seu poder, para poder começar a trabalhar, e a avaliar pela sua reacção parece-me que correspondi às suas expectativas… fica aqui, para vós, um cheirinho (não a publico na integra, pois estamos já a planear editá-la em livro)…

…”Enquanto pensava no que havia de fazer, reparou ao longe numa mancha vermelha… uma mancha vermelha em movimento… mais perto, uma mancha, não tão vermelha, mais alaranjada, mas ainda assim em movimento, e vinha na sua direcção!

 

– Xiii… é o SOL! O sol caiu e vem a rebolar, aos trambolhões, pela encosta abaixo!!!…

 

Em pânico, especado, sem reacção, Ratão ficou ali a ver o sol a aproximar-se a grande velocidade. No último segundo “acordou” e num salto fugiu ao que lhe parecia ser um destino fatal. Aterrou numa poça de lama e ficou ali deitado à espera de coragem para se levantar… levantou primeiro a cabeça, arregalou os olhos… uns metros ao lado avistou o sol. Também a lama lhe travara o trajecto e a viagem terminara ali, muito perto de si.

Morto de medo, e curiosidade também, Ratão resolveu aproximar-se…”…

Portugal no (meu) Coração

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , , , , on Janeiro 4, 2009 by soniapessoa

Só para que fique aqui registado e para satisfazer a curiosidade de alguns, apraz-me dizer que a ida ao Portugal no Coração correu muito bem, sim senhora! A começar pelo belíssimo almoço na companhia do amigo Jorge e do amigo Miguel… e Ó que bem acompanhada que eu estava!… e pela, sempre boa, sensação de que os nervos me vão tolher a voz na hora da verdade, a coisa lá aconteceu e, diz quem viu, que não foi mau de todo! Obrigada Luis Castro, mais uma vez.

Obrigada Tânia Ribas de Oliveira e João Baião pela simpatia com que me receberam. 

FINALMENTE!…

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , on Novembro 7, 2008 by soniapessoa

 O café está no ponto, os biscoitos a sair do forno… espero que estejam quentinhos e acomodados… lá vai…

FINALMENTE!… aqui está o resultado daquilo por que venho lutando àhá algum tempo, por aquilo que também vocês ajudaram a tornar realidade, na força que me deram, no incentivo, no carinho indispensável para que este livro pudesse nascer. Ele é um bocadinho vosso também…

Espero que gostem e apadrinhem este projecto, dando-me o prazer da vossa presença nas sessões de lançamento que estão marcadas para:

LISBOA6 de Dezembro (15h) – FNAC de Alfragide (Centro Comercial Alegro)

PORTO13 de Dezembro (16h) – FNAC do Gaiashopping

Espero, mesmo, ter o prazer da vossa companhia, pois isto sem vocês não tem graça nenhuma…

Obrigada!

Entretanto, aproveito para reiterar o convite para o jantar de blogueiros que eu e o Jorge estamos a organizar e que decorrerá no dia 6 de Dezembro, em Lisboa. O lançamento do livro está marcado para as 15h e ao fim da tarde terá, então, lugar um jantar convívio para que possamos conhecer-nos e confraternizar. Estão todos convidados a participar neste Natal antecipado… basta inscreverem-se através do mail: jfreitas.soares@sapo.pt ou sonia_m_pessoa@hotmail.com

Ilustrador… procura-se

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , , , , , on Junho 24, 2008 by soniapessoa

Caros blogueiros,

Como é do vosso conhecimento, a “guerra” que travo dia-a-dia é a de tentar arranjar uma solução para a edição dos livros infantis que escrevi, e divulgo aqui no meu cantinho. Depois de tentar o contacto com várias, muitas, editoras, e perceber que esse é um mundo complexo e difícil de entrar (principalmente quando não se conhece o Sr. Pinto da Costa!!!!… passo a publicidade ao FCP), enveredei agora pelo informar-me sobre a edição de autor (o meu obrigado à Raquel Vasconcelos pela ajuda que tem dado). Mas, preciso de arranjar um ilustrador que se apaixone pelo projecto e o faça, pelo menos de início, por amor à camisola, por amor à arte da ilustração.

Por isso, e conto com a vossa generosa colaboração, agradeço que divulguem este post o mais possível, pois há sempre alguém que conhece alguém, que conhece alguém, que conhece alguém… e talvez assim cheguemos lá.

O meu muito obrigada e vão dando notícias.

Sónia Pessoa

Escrever um poema

Posted in Uncategorized with tags , , on Abril 1, 2008 by soniapessoa

Para escrever um poema qualquer

A gente pensa, ensaia,

Faz rascunhos, remendos e emendas.

Escrever um poema qualquer é fácil,

Escreve-se quando se quer.

Mas para escrever um poema especial,

Aquele que mexe com o coração,

Que diz o que nos dói,

O que nos vai na alma,

O que amamos, ou achamos sublime.

Aquele que de lá sai inteirinho,

Sem costura, sem emenda, sem rascunho.

A gente não escreve quando quer.

Não se escreve.

Sente-se, respira-se, transpira-se.

E expele-se como que por artes mágicas

através de uma caneta qualquer.

Uma pequenina homenagem a Mariluz

Posted in Dedicatórias with tags , , , , on Março 27, 2008 by soniapessoa

Há coisas que nos incomodam. Há coisas que nos incomodam, principalmente quando somos mães e conhecemos a beleza e o sofrimento da maternidade. Quando sabemos a experiência transcendente que é dar vida a um novo ser, e quanto sofrimento pode daí advir com o desenrolar da vida, acompanhado obviamente de grandes e felizes momentos também. Por tudo isto, aqui fica uma pequena homenagem à pequenina Mariluz (e a seus pais). Basta clicar no conto “Ser diferente é bom: uma nova amiga”.