Arquivo de historias

O Rodrigo tomou-lhe o gosto…

Posted in Dedicatórias with tags , , on Setembro 26, 2008 by soniapessoa

O Rodrigo agradece a todos quantos lhe deixaram palavras de carinho, e ficou tão contente que escreveu mais um textinho para vos oferecer. Durante o fim de semana iremos criar um blog, onde poderão visitá-lo e ler os seus textos. Obrigada!

“Era uma vez um menino chamado Rui. Rui tinha passado para o 5º ano e não conhecia ninguém da turma. Envergonhado foi para uma mesa no canto da sala e sentou-se sozinho. Outro menino chamado Miguel queria ser amigo do Rui, mas, como ele era envergonhado, deixou passar uma semana, mas ía andando atrás dele. Passado uma semana Miguel encontrou o Rui e viu miúdos com a pasta dele de um lado para o outro. Miguel teve uma ideia e disse:

– Ei, atira aqui para eu passar a outro!

Miguel apanhou a pasta e devolveu-a ao Rui. Depois o Rui e o Miguel passaram a ser amigos. Um dia o Miguel viu o Rui a correr e dois miúdos atrás dele. Miguel corre também e diz:

– Ei, deixem-no em paz senão vamos andar á porrada…

Miguel estava a defender o Rui. Foram os dois para as suas casas, mas antes disso deram o número de telemóvel um ao outro. No dia seguinte era fim-de-semana. O Rui ligou ao Miguel a perguntar:

– Queres vir a minha casa jogar PC?

Miguel respondeu:

– Claro que sim, daqui a 15 minutos estou ai!

Passados 15 minutos Miguel já estava em casa do Rui a jogar PC (computador).

O Rui disse-lhe:

– Miguel vamos jogar o GTA San Andreas?

Miguel responde:

– Ok, esse jogo é muito fixe.

Começaram a jogar quando de repente cai um trovão e a luz vai abaixo. Ficaram, então, a brincar às escuras com carros e outros brinquedos. No dia de escola tudo volta ao normal. E no fim do ano passaram para o ano a seguir.”

FIM

Filho de peixe sabe nadar?…

Posted in Dedicatórias with tags , on Setembro 25, 2008 by soniapessoa

“Era uma vez dois meninos de 10 anos. Um menino chamava-se Rodrigo e o outro Diogo, e os dois tinham uma coisa em comum: jogar basquetebol. Rodrigo e Diogo foram treinar basquetebol para o campo. Depois de dois meses, o Diogo partiu a perna e foi para o hospital. O Rodrigo desesperado foi vê-lo. Depois de três semanas o Diogo saiu do hospital, mas tinha de andar de cadeira de rodas. O Rodrigo foi a casa dele e perguntou ao pai do Diogo:

– Senhor, o Diogo está?

O pai do Diogo responde:

– Sim está. Está no quarto a jogar computador.

Rodrigo entra no quarto e pergunta:

-Diogo queres vir para a rua?

Diogo respondeu:

– Sim, tá bem.

Rodrigo e Diogo foram para a rua. Foram ao campo e viram miúdos a jogar basquetebol.

O Diogo perguntou:

– Ei, rapazes, quando é que voltam cá?

Um dos rapazes respondei:

– Voltamos para a semana!

Diogo disse:

– Ok, até para a semana!

Rodrigo e Diogo voltaram para as suas casas. Passado uma semana, Diogo já não usava cadeira de rodas. Rodrigo foi chamá-lo e eles foram para o campo, e já lá estavam os rapazes a jogar. Rodrigo e Diogo desafiaram-nos. Passado meia hora Rodrigo e Diogo estavam a ganhar 20-13, faltava mais meia hora. Quando faltavam cinco minutos o jogo estava 30-20, Rodrigo e Diogo estavam a ganhar. Acaba o jogo e o Rodrigo e o Diogo gritaram:

– Ganhamos, ganhamos. Somos campeões.”

FIM

História escrita pelo Rodrigo Pessoa (10 anos)

… chega aí a toalha da mesa, estou a babar-me!!!!!!

Desafio da Cátia, do Cticho

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , on Setembro 2, 2008 by soniapessoa

 

No cantinho da Cátia nasceu, há dias, um desafio. O desafio resumia-se a criar uma história a partir desta imagem, de que ela tanto gostou. O resultado foi este:

“Jurei que ficaria assim… sentada a um canto até ao fim da vida! À espera. Cada dia que passe, cada noite que caia, cada raio de sol, tempestade, trovoada, será um momento nos muitos momentos de espera da minha vida. Porque a vida não depende sempre e só de nós, porque desejar que isto ou aquilo aconteça não é garantia de nada, porque quis ser feliz e não fui… fico, pois, aqui à espera… à espera… de braços cruzados com a vida, de costas voltadas ao destino, de olhos fechados ao mundo… só eu, só eu no silêncio, só eu comigo… sozinha…por momentos julgo ver aquele sapo que brincava comigo quando a vida ainda não me desiludia, mas esfrego os olhos e regresso à realidade… está escuro, está frio… continuo à espera e nada acontece, porque a vida parou para mim, continua a correr lá fora… sinto-me a ficar para trás, perdida num vazio… falta-me o ar… uma janela… num impulso corro para ela, abro-a e sinto o ar na cara, o vento frio nos cabelos, respiro fundo e deixo a vida entrar dentro de mim… por momentos sinto que pude decidir entre ficar no canto, inerte, e voltar a viver…”

Como nasce o pensamento do dia…

Posted in Pensamento do Dia with tags , , , on Junho 26, 2008 by soniapessoa

A Cristiana, amiga da blogosfera, em conversa comigo, disse-me assim:

– Era bom arranjar uma editora que quisesse editar os teus contos todos, uma colecção…

Ao que eu respondi:

– Isso era o céu, e só assim faria sentido, eles estão interligados.

E fiquei a pensar, que é realmente assim… existe um fio condutor invísivel, que os une, e lhes dá sentido no seu todo. Podem ler-se individualmente, mas como um todo a mensagem que contêm faz todo o sentido.

E assim nasceu o pensamento do dia,

nenhuma história tem um final, apenas um novo princípio.

Ilustrador… procura-se

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , , , , , on Junho 24, 2008 by soniapessoa

Caros blogueiros,

Como é do vosso conhecimento, a “guerra” que travo dia-a-dia é a de tentar arranjar uma solução para a edição dos livros infantis que escrevi, e divulgo aqui no meu cantinho. Depois de tentar o contacto com várias, muitas, editoras, e perceber que esse é um mundo complexo e difícil de entrar (principalmente quando não se conhece o Sr. Pinto da Costa!!!!… passo a publicidade ao FCP), enveredei agora pelo informar-me sobre a edição de autor (o meu obrigado à Raquel Vasconcelos pela ajuda que tem dado). Mas, preciso de arranjar um ilustrador que se apaixone pelo projecto e o faça, pelo menos de início, por amor à camisola, por amor à arte da ilustração.

Por isso, e conto com a vossa generosa colaboração, agradeço que divulguem este post o mais possível, pois há sempre alguém que conhece alguém, que conhece alguém, que conhece alguém… e talvez assim cheguemos lá.

O meu muito obrigada e vão dando notícias.

Sónia Pessoa

Histórias de Amor

Posted in Uncategorized with tags , , on Junho 21, 2008 by soniapessoa

Quando o dia está cinzento, apesar de lá fora fazer sol, quando chove, mas chove apenas dentro de mim, quando quero acreditar mas em nada creio, quando se torna tão difícil respirar como às vezes é viver… penso na beleza que é olhar o céu, o mar, uma flor, os meus filhos, quem me ama… olhar a simplicidade da vida… pego num livro, leio uma história de amor, que me faça acreditar que tudo isto vale a pena…

 

Josh Groban (clicar em baixo)

http://www.youtube.com/watch?v=XNBM1U7DIro