Arquivo de filha

Há quinze anos foi assim…

Posted in Dedicatórias with tags , on Novembro 18, 2008 by soniapessoa

Há quinze anos foi assim… muitas dores, muitos medos, receios, dúvidas… a minha mais velha vinha ao mundo no dia 18 de Novembro de 1993, pelas 14h30, de um dia frio de inverno, mas quente de emoções… passados quinze anos, embora sem dores, os medos, os receios, as dúvidas continuam, mas são outros medos, outros receios, outras dúvidas, mas envoltos na alegria permanente que é olhá-la e ver a grande mulher em que ela se está a transformar. Parabéns filhota… amo-te muito!

.ihhbut2

A minha mais velha com 20 minutos de vida exterior.

Pensamento do Dia

Posted in Pensamento do Dia with tags , , , on Junho 27, 2008 by soniapessoa

“O meu brilhantismo dá muito trabalho”

a minha mais velha

Sim, porque o pensamento é dela, não é meu, mas acheio-o digno de registo… está um calor infernal, 5 da tarde, convenço-a, quase que por artes mágicas, a ir comigo ao continente (passo a publicidade) fazer umas comprar, pois ainda tenho de ir buscar o mais novo a casa do amigo… e ela, como que por artes mágicas, digna-se a acompanhar-me. Um calor infernal, meto as compras no carro, metemo-nos lá dentro, o carro ferve, e, a caminho de casa, queixo-me do calor e de que estou cansada e que ela nem ajudou a meter as compras no carro e devia ser o trabalho dela para ajudar a mãe, blá, blá, blá… ao que a ilustre me responde: “eu já trabalho muito”.

Não parei o carro porque estava numa via rápida (mais ou menos rápida, e digo isto porque em Braga não há vias rápidas!), mas arregalei os olhos e pedi, encarecidamente, que me lembrasse algo de trabalhoso que ela tivesse feito durante o dia de hoje (e todos os outros que estão para trás), ao que a ilustríssima me respondeu: “o meu brilhantismo dá trabalho, ser inteligente também cansa”…

Ok…!

A Minha Filhota Mais Velha

Posted in Dedicatórias with tags , , , , on Abril 28, 2008 by soniapessoa

Isto de ter 38 anos, e uma filhota pertinho dos 15, obriga-me, às vezes, a calçar umas sapatilhas e correr ao mesmo ritmo que ela. Sim, porque a vida agora não anda a vapor, não corre a electricidade, mas sim à velocidade de um TGV.

Cá em casa, o regime em vigor é, obviamente, o democrático, mas também com, óbvios, limites ao anarquismo, e, por isso, toda a gente opina e participa na vida de uns e outros. Assim, também eu peço a contribuição de todos nesta aventura, que é este blog. Pedi, então, à minha filhota mais velha que sugerisse um tema musical para o dito cujo.

A minha filhota mais velha é uma excelente aluna (eu sei que ela faria tudo para apagar este post, mas, azar, não tem a password :))… não preciso de lhe dizer para estudar, fazer um teste, e ter boa nota, faz parte de um dia-a-dia escolar normal. E para descontrair, a minha filhota mais velha, de mp3 em riste, rodeia-se de livros, romances e não só, e lê-os com uma avidez, pouco normal desta idade. A minha filhota mais velha, elabora listas e listas de livros que vai procurar à Fnac e quase nunca encontra. Porque não lhe chega comprar livros e livros, têm de ser na versão inglesa, ou seja, é o mesmo que dizer que espera três semanas para que estes venham dos Estados Unidos. 

E enquanto espera, a minha filhota mais velha, passa horas no computador a fazer montagens de imagens no Photoshop, e afins. E, enquanto os livros não vêm, ainda lhe sobra tempo para participar em concursos literários, na net. Ou seja, escreve romances, de páginas e páginas, e claro está, para que não haja dúvidas, escreve-os em inglês, pois, diz ela, é mais fácil…

No meio disto tudo, sempre de mp3 em riste, ainda arranja tempo para dizer à mãe, o quão esta é ignorante quando, a pobre, (que sou eu), pensava que a frase “Oh mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de Portugal” era de Camões e não, “como toda a gente sabe”, diz ela, é de Fernando Pessoa.

A minha filhota mais velha é um espectáculo… e, sempre de mp3 em riste, quando me disse que ía sugerir uma música para o meu blog, eu pensei: “ok, deve vir para aí Mozart, Bethoven, ou coisa do género… só pode! Então, sugeriu que eu aqui pusesse uma música que muito lhe agrada: “Numb” dos Linkin Park.

Ok. E quem são os senhores? Não queria parecer ignorante na matéria, mas rapidamente percebi que estou completamente fora do circuito musical da minha filhota mais velha.

Apresenta-me, então, os Linkin Park, e devo confessar que fiquei feliz. Apesar de não fazer a mínima ideia de quem são os senhores, fiquei realmente feliz. Assim, aqui fica a sugestão, que deixou de ser uma sugestão e passou a ser uma homenagem ao espectáculo de filha com que fui divinamente presenteada…

Linkin Park (clicar em baixo)                                                                http://www.youtube.com/watch?v=nCM6n86P-G4