Arquivo de contos infantis

É Bom Ser Diferente…

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , , on Julho 10, 2008 by soniapessoa

Caros amigos,

Depois do apoio que me deram, nesta luta que foi conseguir editar o meu primeiro livro infantil, “Ser Diferente é Bom (em princípio ficará este título), sinto-me na obrigação de vos manter a par do que se vai passando. Assim, sem novidades bombásticas, falei hoje com a editora e está tudo encaminhado. A ilustradora, a Carla Carvalho, já meteu mãos à obra e a coisa está em processo de gestação. Como previsto, o lançamento será em meados de Outubro.

Para quem agora chega, ao meu cantinho, pode sempre consultar as páginas aí no canto superior do lado direito do blog e perceber rapidamente de que se trata. Para os mais preguiçosos posso explicar que este é um projecto ambicioso, que se resume a histórias infantis um pouco diferentes das que estamos habituados a ver no nosso panorama literário infanto-juvenil. Temas como a homossexualidade, a paixão, a morte, a exclusão, deficiências motoras, meninos soldados, guerra, marcam a diferença destas histórias, mas sempre sem perder de vista a beleza, a ingenuidade, a inocência, de quem as lê: as crianças.

Espreitem ao lado (Página 9)

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , on Julho 3, 2008 by soniapessoa

Convido-vos a ler a página ao lado: “9. Os Livros que a Editora Papiro Quis Dar a Ler”

TENHO NOVIDADES… QUENTES E BOAS!

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , on Julho 2, 2008 by soniapessoa

Caros amigos,

“Tou que nem posso”, é a expressão que me ocorre no momento. Antes de passar a dar a novidade que aqui me traz, quero, mais uma vez, agradecer a todos a simpatia, generosidade, disponibilidade, que demonstraram no post que escrevi a fazer um apelo para arranjar um ilustrador para as minhas histórias. Todos vocês contribuiram para o desfecho que vos venho aqui anunciar.

Na sequência daquele post, foram vários os ilustradores que apareceram a oferecer-se para fazer as ilustrações… quero também agradecer-vos a vós que o fizeram. Todo o movimento gerado levou a que tudo acontecesse muito depressa e venho, então, contar-vos que, ontem, assinei contrato com a Editora Papiro para a publicação do primeiro livro, que será lançado em Outubro… apetece-me chorar!

Sei que estais a sorrir, e apesar das lágrimas, sorrio também. são lágrimas de alegria e esforço reconhecido.

Não quero deixar de agradecer à Carla Carvalho (ilustradora), que estabeleceu a ponte entre mim e a editora e contribuiu em muito para este desfecho.

Como disse, o lançamento do livro será em Outubro, em locais e datas a designar, mas quero que se considerem convidados de honra desse momento tão importante para mim. Entretanto, e porque sei que posso contar com a vossa ajuda, se quiserem adquirir um, ou mais exemplares do livro (é perto do Natal, e é uma bonita prenda para filhotes, sobrinhos, etc), devidamente autografados (lol), podem fazer aqui uma pré-encomenda e farei com que vos cheguem, por exemplo, pelo correio. Para isso basta que me enviem um mail, com a vossa morada (segredo bem guardado!), para que o possa enviar.

Faço este apelo, pois, como devem saber, quando um autor, desconhecido como eu, edita o primeiro livro, fica a seu cargo a aquisição de um determinado número de livros. Ora, se todos ajudarem a contribuir para esta causa, não dói tanto!!! O preço de capa é de 7,90€.

Beijinhos e obrigada por tudo,

Sónia

O meu mail é: sonia_m_pessoa@hotmail.com

P.S. Por motivos óbvios, irei retirar as histórias, na versão completa, do blog. Em seu lugar ficarão citações das mesmas.

Resultados do apelo que fiz

Posted in Uncategorized with tags , , on Junho 28, 2008 by soniapessoa

Quero, para além de agradecer, mais uma vez, a vossa generosidade e simpatia, dizer-vos que o meu apelo na procura de um ilustrador surtiu efeito. Surgiram alguns ilustradores a disponibilizarem-se para o fazer. Agora vão meter mãos à obra e fazer nascer o Pedro, a Maria e restantes amigos… no interesse do tipo de livro que é, escolheremos a ilustração que fôr mais adequada. Estou ansiosa por receber os vossos trabalhos. Independentemente daquele que fôr escolhido, todos eles serão publicados e divulgados, aqui no meu cantinho.

Abraço e até já,

Sónia

                                                                                  Estamos a trabalhar…

Como nasce o pensamento do dia…

Posted in Pensamento do Dia with tags , , , on Junho 26, 2008 by soniapessoa

A Cristiana, amiga da blogosfera, em conversa comigo, disse-me assim:

– Era bom arranjar uma editora que quisesse editar os teus contos todos, uma colecção…

Ao que eu respondi:

– Isso era o céu, e só assim faria sentido, eles estão interligados.

E fiquei a pensar, que é realmente assim… existe um fio condutor invísivel, que os une, e lhes dá sentido no seu todo. Podem ler-se individualmente, mas como um todo a mensagem que contêm faz todo o sentido.

E assim nasceu o pensamento do dia,

nenhuma história tem um final, apenas um novo princípio.

Ilustrações… a saga continua

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , on Junho 26, 2008 by soniapessoa

Já agradeci, dois posts atrás, e continuo a agradecer a amabilidade de cada um de vós. Todas as sugestões são benvindas para levar este projecto a bom porto.

Houve alguém que me perguntou que tipo de ilustrações tenho eu em mente… ora, eu nunca fiz referência a esse pequeno grande pormenor pois acho que, apesar de dever existir um entendimento entre escritor e ilustrador, não queria influenciar, nem criar limites à imaginação, e criação, de quem ilustra.

Mas se ajuda, posso dizer que, dada a natureza das histórias, tinha pensado numa ilustração não tão perfeita como os livros da Anita, nem tão longe da realidade como, por exemplo, os livros do Ruca. Acho que deve ser algo com que as crianças, que vão ler os livros, se identifiquem com as personagens.

Sem criar regras e definir limites, deixo aqui um exemplo de uma imagem que me agrada, mas quero que saibam que estou aberta a novos olhares, diferentes formas de ver, e espero que me conveçam do que é melhor para enriquecer este projecto…rodopio-web.jpg

ilustração retirada de http://aliceprina.wordpress.com/

Abraço forte,

Sónia Pessoa

LIÇÕES DE VIDA

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , on Maio 28, 2008 by soniapessoa

Enquanto passeava pela blogosfera à procura de coisas que me possam ainda surpreender, ao passar pelos cantinho do amigo Carlos Romero, dei de caras com um texto tão simples quanto belo (acho que já vos disse o quanto gosto de coisas simples…) e não resisti a trazer tão sábias palavras, e pensamentos, aqui para o meu quintal. Espero que apreciem o texto e, porque tem tudo a ver, sugiro-vos que leiam o conto infantil, da minha autoria, “Ser Diferente: Força de Vontade”.

Um abraço especial,

Sónia

“Lição de Vida

Mal me levantei, manhã cedo, para a caminhada diária, e fui logo dando graças às minhas pernas, às quais devo a prática desse salutar exercício. Aliás, já disse o renomado psicoterapeuta Og Mandino, que contar as nossas bênçãos deve se constituir num dever nosso de cada dia. (…) e vamos à avenida, que já está cheia de pés pra lá e pra cá.

Pés de todas as dimensões. E, na caminhada, a gente nem se lembra deles. Nesse exercício as mãos têm pouco trabalho. Sua maior participação está em ajudar na nossa conversa, por meio dos gestos, e reforçar o ritmo das passadas.

E ia eu refletindo sobre tudo isso, quando vejo o que eu não esperava, naquele momento e naquele espaço. Um jovem caminhando, não sobre os pés, mas sobre rodas. E notei que ele estava com um semblante muito alegre, sentindo-se feliz em participar daquela procissão matinal, os olhos se extasiando com a beleza da manhã, enquanto as mãos iam movimentando sua cadeira de rodas no asfalto da avenida.

Não estava sozinho. Ao seu lado um familiar mantinha com ele animada conversa. E o curioso é que seu contentamento contrastava com a tristeza de muitos, muitos de pés sadios, mas, certamente de mente enferma. Muitos que ainda não aprenderam a contar suas bênçãos. As bênçãos que a vida lhes dá gratuitamente.

Mas o pior – pensei – são os que ficam em suas camas, com preguiça de movimentar suas pernas ainda sadias. O jovem da cadeira de rodas tinha membros atrofiados, mas uma vontade férrea de viver. E, decerto, viu o que muitos não viram nesta manhã: o mar, as árvores, os pássaros, o céu, o sol, toda a natureza em festa. Ele dava, com o seu sorriso, uma excelente e o comovente lição de vida.”

Texto de Carlos Romero

“(…)- É preciso acreditar – adiantou o capitão – treinar sem acreditar não nos traz vitórias. Se treinarmos a 100%, temos de acreditar a 300%. E se acreditarmos que somos capazes, não há dificuldades, não há barreiras, não há nada nem ninguém que nos impeça de vencer, de conseguir, percebem? (…)

Excerto do conto infantil “Ser diferente é Bom: Força de Vontade”

 

 

Ser Diferente… é bom: Um Dia na Praia (uma nova história)

Posted in Uma Nova História (Contos Infantis) with tags , , , on Abril 11, 2008 by soniapessoa

Para aqueles que têm seguido o desenrolar das histórias, que, aqui, partilho convosco, quero deixar uma palavra especial sobre o conto que hoje terminei de escrever: “Ser Diferente… é bom: Um dia na Praia”.

Quando me lancei nesta odisseia, que me dá o maior dos prazeres, e escrevi o primeiro conto (ponto 3), foram várias as pessoas (duas ou três a quem dei a ler, assim que foi terminado) que questionaram o porquê de eu não falar, directamente, sobre o assunto da monoparentalidade. O tema do conto era esse, assumido por mim desde o início. Era, aliás a única razão de ser daquela história. Mas, expliquei-lhes, na altura, que o objectivo era precisamente fazer dele um assunto não tabu. Era falar dele, sem o escrever na verdade… era fazer da diferença a normalidade de cada um de nós. E, penso que resultou na perfeição. Mas à medida que as histórias foram crescendo, e as personagens também, dentro do meu próprio imaginário, dei por mim atenta ao que a Maria, o Pedro, e todos os meninos que as compoêm, me íam, também a mim, ensinando. Crescer no meio de fábulas, contos de príncipes e princesas, não descarta a necessidade de enfrentar a realidade que nos rodeia. “Um Dia na Praia” nasceu para isso… para falar mais alto, para crescer mais um pouco e nos enriquecer.

Como a Dra. Gabriela Moita disse, no prefácio do primeiro conto, também eu o repito agora: obrigada Maria, pelo que, também a mim, me ensinaste.

Sónia Pessoa