Arquivo de braga

Fado no Bairro Alto Restaurante em Braga

Posted in Uncategorized with tags , , , , , , on Agosto 24, 2010 by soniapessoa

Desenganem-se aqueles que julgam que é preciso ir a Lisboa para ouvir uma grande noite de fado! O Bairro Alto Restaurante chegou a Braga e  já faz furor. Como vocês sabem, Braga não tem tradição de fado e  é muito raro poder assistir-se a uma noite de fado. Esse foi um dos desafios que desde logo se nos colocou, o Bairro Alto Restaurante havia de ter fados, e, promessa feita, promessa cumprida… a primeira noite de fado aconteceu no mês passado…

… e repetiu-se, a pedido de muitos, no passado sábado.

A fadista é uma jovem que promete dar cartas. Com apenas 16 anos, Isilda Miranda arrepia-nos a alma e e faz-nos amar a mais velha canção portuguesa. O vídeo que aqui vos deixo fica muito aquém dos momentos vividos no Bairro Alto Restaurante, mas dá uma ideia do valor que esta jovem tem e do muito que ainda nos vai dar… possa assim o Fado chegar e partir de Braga.

Para nós, Bairro Alto Restaurante, foi um orgulho recebê-la, acolhê-la, e acarinhá-la. Obrigada Isilda!

BAIRRO ALTO RESTAURANTE

Posted in Uncategorized with tags , , , , on Junho 12, 2010 by soniapessoa

Caros (as) Amigos (as),

sem grande tempo para vir aqui, e sem tempo nenhum para escrever um post em condições, venho aqui anunciar-vos a abertura de um novo restaurante na cidade de Braga. O Bairro Alto Restaurante. Um sonho do meu marido, que é Chefe de Cozinha, e se torna agora realidade.

O Bairro Alto Restaurante pretende ser um espaço agradável, diferente e  que reúne diferentes vertentes. Mas disso virei falar assim que consiga um bocadinho de tempo, coisa que me falta agora a potes!! É que a inauguração é já no próximo domingo, dia 13, pelas 21h, em que será servido um Porto d’ Honra, e contará com a presença de um produtor de vinhos, uma mostra e prova de vinhos variados.

Assim, convido-vos a todos a estarem presentes e partilharem connosco a emoção de um momento tão importante para nós. Espero por vós… até lá.

Bairro Alto Restaurante                                                                                                                     Rua do Outeiro, nº 4 , (junto à Igreja de Lamaçães) Braga

Feira do Livro de Braga

Posted in Uncategorized with tags , , on Maio 4, 2009 by soniapessoa

Hoje terminou mais um certame da Feira do Livro de Braga… e ainda bem… ainda bem que terminou, porque para espectáculos deprimentes já me chegam os circos decadentes que passam por esta cidade, que aterram num espaço exíguo aqui perto de casa, com animais maltratados e encurralados, tal e qual a Feira do Livro de Braga, exígua na qualidade e encurralada numa cidade que teima em não se desenvolver… tirando a imensidão de prédios que crescem desmesuradamente por aí fora, sem inquilinos suficientes que os habitem, as estradas, os túneis, os parques de estacionamento… o cimento afinal. E a cultura? E o circo? E a qualidade? 

Foi assim… foi bom…

Posted in Uncategorized with tags , , on Janeiro 9, 2009 by soniapessoa

E por momentos voltamos a sentir-nos crianças… e ficamos em extâse quando vemos nevar, porque a última vez já foi há muito tempo… e rimos muito, e tocamos o manto branco para o sentir, ainda que frio, gelado… e perdemo-nos na inocência do olhar das crianças, pelo menos daquelas que nunca tinham visto nevar… e por momentos sentimo-nos felizes e esquecemos tudo o resto… foi assim, foi bom!

dsci0043 

Está a nevar!

Posted in Uncategorized with tags , , on Janeiro 9, 2009 by soniapessoa

Está a nevar em Braga!… não nevava assim há 20 anos…

Mais logo venho cá pôr um registo visual, prometo!… agora vou fazer bolinhas de neve…

Alteração data lançamento de Braga

Posted in As minhas (vossas) Histórias with tags , , , on Dezembro 3, 2008 by soniapessoa

Amigos,

O lançamento em Braga será no dia 13 de Dezembro, pelas 11h, na Fnac do Bragaparque.

Vou lá chegar mais cedo, por volta das 10h, por isso, quem quiser aparecer e tomar o pequeno-almoço comigo será bem vindo! Espero por todos vós…

Flashs do Dia… ao vivo e a cores…

Posted in Flashs do Dia... with tags , , on Outubro 24, 2008 by soniapessoa

Hoje, o destino de Cristiano Ronaldo foi traçado na mesa de um café, na cidade de Braga… três senhores na idade da reforma, discutiam, qual tertúlia côr-de-rosa, o destino (quase) fatal do vedetismo de Cristiano Ronaldo. Tornar-se homossexual e drogado são as previsões de quem vê o comportamento do atleta a caminho do abismo…

Porque tenho saudades e me apetece chorar…

Posted in Dedicatórias with tags , , , on Agosto 12, 2008 by soniapessoa

Quando há sete anos, por opção, porque vim viver para Braga, deixei o Jornal Público onde trabalhava há mais de uma década, eu soube na hora que a dôr de deixar um sítio que eu amava ficaria para o resto da vida. Porque era um sítio especial, aquela redacção, porque eram pessoas especiais, as que lá viveram comigo, porque um amor assim não se esquece nunca! A minha relação com o Jornal público foi de amor, foi de ódio, de alegrias e tristezas… foi de vivências, de crescimento, mas também de muito cansaço, pelo esforço emotivo que exigia de todos nós.

Desde o dia em que avisei os responsáveis, de que iria deixar o jornal, até ao último dia de trabalho, a memória que tenho é de manifestações de carinho e de lágrimas, muitas lágrimas. Como é da praxe, foi organizado um jantar de despedida, com direito a discurso, a uns copos a mais, e a mais lágrimas, que teimavam em escorrer pela cara abaixo, quase me impedindo de disfrutar de cada rosto que fez questão de estar presente… e foram muitos, alguns que eu nem esperava mas fizeram questão de me acarinhar.

Num jantar de despedida há sempre miminhos, lembro-me que me ofereceram um relógio e, para meu espanto, foi distribuido um jornal feito só para mim. Para além do jornal impresso, recebi a chapa original onde foi feito o jornal, que entretanto emoldurei para mais tarde recordar. No jornal, o editor de cada secção escreveu um texto sobre mim, em tom de brincadeira (até o Calvin me era dedicado!…) e aquele que foi o meu primeiro Director, Joaquim Fidalgo, escreveu um texto sobre a minha passagem pelo Público. Lembro-me que ao lê-lo chorei até mais não, ainda hoje me vêm as lágrimas aos olhos quando o recordo ou o leio por acaso.

Devem estar a perguntar-se o porquê desta ladainha toda, mas ainda hoje ao fim de sete anos me dói na alma as saudades que tenho daquilo, das gentes, dos amigos… tantas que, frequentemente, mais do que o aconselhável até, sonho com eles e acordo de manhã com um aperto no coração! Porque hoje estava novamente apertado, quis partilhá-lo convosco… por isso reproduzo aqui o texto que Joaquim Fidalgo me dedicou, a quem eu estou tão grata por tudo o que me ensinou e que guardo com carinho. Aos meus colegas deixo um beijo de saudade e de esperança que nos vejamos de novo um dia, para lembrar, contar histórias, que fazem afinal parte de todos nós.

Ele Há Sempre Tantas Coisas…

Ele há sempre tantas histórias, tantos caminhos, tantas pessoas…

Ele há sempre tantos tempos…

Há um tempo de chegar e há um tempo de partir.

Mas há, quando se esteve, um tempo de ficar. Um tempo de ser sempre daqui.

Há casas de trabalho que são mais feitas à medida das pessoas, e isso é bom.

Mas raro. Parece que cada vez mais raro.

Há casas de trabalho em que são as pessoas que têm de ir fazendo, dia a dia,

pouco a pouco ou muito a muito, essa medida – a medida das pessoas.

E há gente que sabe fazer isso.

Umas vezes melhor, outras vezes pior, que nunca tudo são só rosas nem só espinhos,

aqui mais depressa e ali mais devagar, ora para cima ora para baixo,

ora em alegria ora em tristeza, ora…

E daí? É também como as pessoas, que todos nós somos.

E que fomos sendo, e continuamos a ser, também contigo.

Ficas por cá. és da casa. entraste nela e ajudaste a fazê-la casa.

De trabalho? Sim, sem dúvida.

Mas casa com gente dentro. Uma casa de pessoas.

Pela parte de mim que me toca, pela parte de comum que me cabe também,

Obrigado.

E sê feliz.

Joaquim Fidalgo

Volto já já…

Posted in Uncategorized with tags , , , , , , , on Junho 6, 2008 by soniapessoa

Eu quero vir aqui, mas o cansaço não me deixa. Nem o cansaço, nem o tempo. Até domingo, estou de quarentena, embrenhada na organização de duas comunhões em simultâneo. É que, para além de gostar de escrever umas coisas, por inerência à profissão do meu mais que tudo, a organização de eventos, nomeadamente as comunhões, próprias desta época, ocupam algum tempo e, meus amigos, é preciso trabalhar que o gasóleo está caro.

Por isso, volto depois de domingo, com novidades para contar. entretanto fiquem com esta imagem e adocem o olhar…

                                                                                   de Chefe António Gouveia

Até já já

Sónia