My Way

 

I did it my way

Desde pequena que me lembro de ouvir o meu pai chamar-me teimosa… teimosa, porque tudo tinha de ser à minha maneira… teimosa, porque sabia o queria, batia o pé, e levava a melhor. Cresci assim, teimosa… teimosa em sobreviver às contrariedades, teimosa em seguir o trilho que traçei, teimosa porque dei luta, e ainda que dorida, com alguns arranhões, continuo de pé. Teimosa, porque continuo a viver à minha maneira, a ver o mundo à minha maneira, a sentir à minha maneira, a chorar, e a sofrer, à minha maneira… boa ou má… à minha maneira. Não é a mais fácil, esta maneira de amar até ao limite, de sentir e ver o mundo no limiar do que ele realmente é, e do que eu desejaria que fosse… não é fácil ser assim teimosa… sofre-se… vive-se no limite do sentimento, vive-se na forma mais radical de se sentir a vida… à minha maneira.

Daddy, this is your daugther speaking, I love you…

3 Respostas to “My Way”

  1. Como eu te entendo…..

  2. Pois eu já pensava que ias colocar “à minha maneira” dos Xutos …. mas enganei-me.
    Também és de Touro?
    Teimosa também sou.
    Bjinhos, amiga Sónia.
    RS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: