Ups…

Transcrição de um comentário que deixei hoje, no Vila Forte, a propósito das declarações feitas pela igreja sobre casamento entre homossexuais…

“UPS… que bom que é o poder expressar-me, dizer o que me vai na alma, ser livre afinal, mantendo-me dentro dos limites do respeito pelo próximo… ups, que bom que é saber que vivemos num país de iluminados que cospem aqui e ali sem pensar muito bem porque o fazem, a troco de quê, e violando o espaço que é dos outros por direito… ups, que bom que podemos chamar tacho, panela, caçarola, a um mesmo objecto, e a isto se chama diversidade cultural, património, entre outras designações, mas todos o usamos com o mesmo fim… ups, que bom que a vida pula, avança, evoluímos e não nos deitamos à sombra de conceitos ultrapassados pelo evoluir de uma civilização, a mesma que há uns séculos atrás queimava vivos em fogueiras aqueles que se atrevessem a discordar desta ou daquela opinião… ups, que bom que em tempos de crise se possa falar de outros assuntos para além desta, porque a vida, embora difícil, continua, os campeonatos de futebol continuam, as transferências milionárias continuam, e milhares de crianças do terceiro mundo continua a passar fome também… ups, que bom que é vermos três telenovelas seguidas em horário nobre, em que 70% do tempo é coberto de linguados, troca de fluídos e afins entre casais heterossexuais, e ninguém se enoja por isso, nem vira a cara para o lado… ups, que bom que aquela mulher solteira não olhou às diferenças daquela criança, à deficiência que carrega, à côr, crença ou credo, e se dispôs a adoptá-la tão só porque queria uma criança para amar… ups, afinal essa mesma mulher vive maritalmente com outra mulher… ups, que sorte a desta criança que tem dois seres humanos a amá-la e a olhar por si… ups, que quando me zangam a sério, quero dizer tanta coisa, que mais parece uma sopa de letras num qualquer tacho, numa qualquer panela, numa qualquer caçarola, numa qualquer casa portuguesa concerteza. Sónia Pessoa”

13 Respostas to “Ups…”

  1. Um comentário daqueles!
    Obrigado pela distinção e volta sempre.

  2. Sónia…. parece que temos que te chatear mais vezes……

    Beijinho
    Jorge

  3. Concordo! Está combinada a troca de livros!!!!

    Bjs

  4. Upssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Bj!

  5. Olá Sónia. Não venho aqui afrontá-la mas, passei por cá e vi o seu texto/comentário. É um assunto “complicado” para mim e li-o todo. Não percebi bem a sua posição mas, pareceu-me que é a favor dos casamentos homossexuais. Respeito a opinião das pessoas que aceitam esse comportamento; contudo, não o aceito. Sou contra o casamento ou apenas “envolvimento” sexual entre pessoas do mesmo sexo. Não sou retrógrada- é uma coisa contra-natura. Considero-o um comportamento “desviante” do ser humano e sem razão para existir. Na natureza, a evolução das espécies criou machos e fêmeas e só unindo os dois, a “vida” é possível. Poderão falar no prazer, nisto ou naquilo, eu continuo a achar errado. Se for por uma questão de prazer do ser ser humano, teremos então que alterar muitas leis- há pessoas que têm prazer a matar e a torturar outras (isso ainda é considerado crime). Creio que duas pessoas do mesmo sexo podem sentir amor uma pela outra mas, não amor “carnal”; será um amor de “amizade”. Mais uma coisa: já que as pessoas homossexuais têm essas práticas, acho que as devem manter dentro de quatro paredes; não devem exibir-se na via pública nem impingir aos outros essas práticas. Façam e calem-se. Duas pessoas do mesmo sexo adoptarem uma criança? Bárbaro. Errado: etc.. Deixem a criança atingir os 18 ou mesmo 21 anos para decidir se quer ter 2 pais ou 2 mães. Sou contra a homossexualidade. Por formação moral acho que devo respeitar os homossexuais mas, respeitem-me também a mim. Mais uma coisa- e que lei se faz para aquelas pessoas que se “casam” com animais? Por este andar, os valores e pilares da sociedade acabam por ruir… mais.
    Desculpe o comentário.

  6. Ups que aqui ha tamancos maiores que os teus, por isso faca o favor de escrever mais e mais🙂
    Beijinhos.

    • soniapessoa Says:

      Miepeee, escrever é quando damos as nossas palavras por bem entregues. Há casos onde não vale a pena gastar uma letra sequer. Respeita-se e mais nada… beijinhos

  7. oi sónia!
    gosto de pessoas q sabem se expressar tao bem! Seu livro já esta sendo divulgado na minha página. Se souber de mais pessoas q queiram divulgar seus “pimpolhos literários”, minha porta está aberta ^^

    Bom final de semana pra você!

    “Se a vida fosse um sonho, eu gostaria de jamais acordar. Se a vida fosse uma canção, gostaria jamais deixar de ouvi-la.”

  8. Pois, Sónia, mas olha que isto de ser comparada com animais… Não sei se não calço eu os tamancos…

  9. Ah, pois, é verdade… Somos todos animais..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: