Arquivo de Janeiro 27, 2009

Braga, este é para ti…

Posted in Dedicatórias on Janeiro 27, 2009 by soniapessoa

Eu acho que quem por aqui normalmente passa sabe que eu AMO o Porto, a minha cidade… mas porque Braga também o merece, porque os meus filhos são felizes aqui, fica a homenagem:

Pormenor importante: surrupiado, à descarada, do blog Um Breve Olhar… desculpa amigo!

Eutanásia, sim ou não?

Posted in Uncategorized on Janeiro 27, 2009 by soniapessoa

O Pedro lançou a discussão lá no Vila Forte sobre:

“Eutanásia

Era dócil, elegante, mas com uma força tremenda, daí o nome de Brutus. O Dálmata adorava crianças e não se coibia de dar uma trincas nos rabos de quem se aproximava com má cara e que não fosse da casa. Tinha dez anos quando veio o diagnóstico do veterinário … cancro no fígado! A solução passou por aplicar-lhe “a injecção”. A decisão foi tomada com base no parecer do veterinário, ainda que a todos custasse, em especial aos donos que diariamente o viam em sofrimento. No entanto, penso que foi unânime que seria o melhor para o Dálmata mais bonito que vi até hoje. A notícia foi um choque para os miúdos, mas à conta de algumas palavras mais meigas, perceberam que nem sempre é fácil perder um amigo, mas às vezes é melhor do que obrigá-lo a sofrer durante sabe-se lá quanto tempo e vê-lo em agonia permanente.

Como as crianças são prespicazes e fazem perguntas difíceis, logo estabeleceram a analogia com um familiar que tem feito quimioterapia, e que sofre há bastante tempo. Tentamos explicar que nos humanos é diferente, que temos sempre a esperança de uma cura para nós. Depois desta explicação esfarrapada, vem mais uma pergunta, que  nos deixa desarmados. Querem dizer, então, que os médicos das pessoas são melhores que os médicos dos animais?

Não, apenas quer dizer que os humanos acreditam que se podem salvar até ao último momento, nem que para isso tenham de sofrer e fazer sofrer os outros. Sei que não consegui convencer os miúdos, nem a mim próprio.

Para quando a discussão da Eutanásia sem preconceitos e desculpas da ética e da religião?

Um grande bem haja a todos aqueles que têm a coragem de decidir e optar pelo que racionalmente parece ser a melhor opção, ainda que emocionalmente, traga muitas dores e apertos no coração a quem a toma.

Ao Brutus, que está no céu, e não gosta de ver ninguém a chorar, envio uma festa meiguinha que tenho a certeza que vai gostar de receber.”

Vamos até lá e contribuir com a nossa opinião…