A dura realidade…

Três dias depois de a minha mais velha fazer quinze anos, de alguém dizer que esta é a idade de apresentação à sociedade. tive de lhe ensinar que há amigos por quem vale a pena sofrer, mas que pela maioria não vale a pena chorar… a minha mais velha estava triste, desiludida, e, pela primeira vez na vida, dela e minha, pedi-lhe que não fosse como eu…

“Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimento, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.
Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar. Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.
Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar.
Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa.
Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.
Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer. Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância.
Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo.
Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”  Vinicius de Morais

9 Respostas to “A dura realidade…”

  1. Sem duvida, dos textos mais bonitos que li.

    Que a tua mais velha recupere rápido, é o que eu lhe desejo!

    bjs

  2. Olá, Sónia.

    É a idade dos amores e desamores… diz-lhe tudo o que disseste e acrescenta que é tudo normal. Se não fosse é que não era!

    Beijinhos

  3. soniapessoa Says:

    Também achei Rui. Beijinhos

  4. soniapessoa Says:

    É verdade Paola, tentei explicar-lhe que faz parte da vida desiludirmo-nos com os amigos também… beijinho

  5. Sónia, faz parte da vida, mas doi e continuará a doer, Mas a Ana Rita, pelo k dela li, e pelo k aqui deixaste escrito vai saber lidar e ultapassar. Sabe k tem em ti a força quando lhe faltar, o reforço. a bússola k aponta caminhos,mas deixa livre a escolha. Só o tempo sara. Sabemo-lo.
    Bjs
    Luz e paz convosco

  6. É assim que nos fazemos gente.Ela mais tarde vai perceber que também estas coisas não fazem bem.Faz parte da nossa formação individual e preparação para os dias que se seguem.

  7. “estas coisas não fazem bem”. ler :estas coisas nos fazem bem.

  8. Eles não vêm com manual, por mais que os queiramos proteger, não conseguimos, mas sabes, ainda bem, assim crescerão a aprender que a vida não é uma linha recta, sem dificuldades, frustrações, alegrias e tristezas, desilusões e tantas outras coisas acabadas em ões.
    Importante é a mãe e pai estar lá, explicar o que se passa no mundo, que não é mau ter esses ões, interessa sim, como passamos por eles.
    Beijos mãe galinha!!!
    Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: