Coisas que me chocam…

Ontem li numa revista que existe um diferendo entre Valentina Torres e a direcção de programas da SIC. Ao que parece, Valentina foi dispensada da rubrica “Tertúlia Cor-de-Rosa”, em que participava diariamente no programa Fátima. A senhora sentiu-se injustiçada, seguiram-se desaguisados, palavras feias e Valentina ameaça pôr a boca no trombone, não percebi muito bem sobre quê…

Mas serve esta descrição para dizer o quê?… Não seguramente para relatar o sucedido, pois, não sendo eu tão directa como António Lobo Antunes, no expressar das suas opiniões, digamos que para mim falar sobre a Tertúlia Cor de Rosa e os seus participantes exigiria de mim o uso de adjectivos que prefiro não explanar aqui… ficava feio. Serve sim para dizer que ficamos a saber que Valentina Torres recebia 200 euros por cada programa, ou seja, 200 euros por dez minutos de conversa da treta (e ressalve-se que adoro ouvir o António Feio e o José Pedro Gomes!), ou seja, 4000 mil euros mensais… amigos, isto choca-me! E mais não digo…

8 Respostas to “Coisas que me chocam…”

  1. Olá

    Ainda não escrevi o post sobre as figuras que só existem porque existe a televisão…e porque a nossa televisão é pobre…. ora, é sobre isto que fala o teu post… sobre a nossa triste televisão.

    Beijinho
    Jorge

  2. Há pessoas para quem a vida é uma tertúlia cor de rosa, quando lhes tiram a cor do dinheiro, é o que se vê.😦

  3. EU diria mais: triste sociedade! Por 10 minutos de baboseiras diárias, 4000 euros? “Eu quero voltar para a ilha!”

  4. Eu até de borla digo mal. Mas por cinqenta euros programa capricho na coisa. Aceito convites para todo o tipo de eventos, desde que pagos…
    Belo post Sónia.

  5. soniapessoa Says:

    Fizeste-me rir… apesar de que tenho a certeza serias uma mais valia para a tertúlia! Beijos

  6. O que ??? 4000 euros para ouvir a Valentina Torres? Mas ela diz alguma coisa de jeito? Se bem me lembro quando ela apresentadora de continuidade (acho que e assim que se chamava, se nao for desculpa a ignorancia) a unica coisa que se percebia e que estava sempre a sorrir.
    Se ficas-te chocada eu fiquei irritada, nao pelo post mas pela noticia.
    Beijinho.

  7. soniapessoa Says:

    É para veres, este mundo tá perdido… lol

  8. Bom dia.

    Venho por este meio expressar o meu descontentamento ao realizar que qualquer um podera ser descrito como “celebridade” actualmente em Portugal.
    Primeiro de tudo vamos explorar um pouco a palavra “celebridade” pois no meu entender sera alguem cuja vida seja “celebrada” como artigo de sucesso derivado de seu(s) talento(s) que por sua vez contribuirao para a realizacao das massas. Posso estar errado, e este conceito podera simplesmente ser adaptado a pessoas sem cultura que se fazem sentir melhor ridicularizando o seu vizinho, tal velha alcoviteira sem proposito ou direccao na sua vida.
    Alem do mais, quem sao estas personagens que se “auto-intitulam” celebridades ou jet-set nacional? Sera pelo facto de parecerem bem num biquini? Sera porque aparecem de forma falsa no natal dos hopitais com o aparente intuito de fazer alguem feliz, mas tambem promover aquele disco que nao vendeu tao bem como esperado, entao vendelo-a na ala pediatrica com a mensagem de amigo ao lado do preco do cd? Ou sera porque vao de ferias tres ou quatro vezes ao ano e telefonam a todo o jornalista na esperanca de serem “papparizados” para mais tarde se queixarem do efeito em qualquer revista ou jornal de quinta categoria?
    Perdemos de vista o valor louvavel que e ser celebre dando lugar a estupidez colectiva.
    Eu sei de fonte segura que viajo 10+ vezes mais que esta rale, que se dedica ao escarnio daquele que nao foi feliz em determinado ponto ou altura.
    Quem e esta gente para autenticamente “julgar, sentenciar e crucificar” todo aquele que se atreve a ser unico e verdadeiro consigo mesmo, escapando impune diante dos olhos de tanta gente?
    Sera porque terao uma cadeia de televisao que nao permite a discussao directa com esta estirpe?
    Considero as accoes desta “maralha” puniveis de maneira como so estes proprios conseguirao entender…
    Afinal de contas, que formacao da azo a opiniao desta gente a ponto de ser considerada lei?

    Entre esta alcateia encontra-se,

    CLAUDIO RAMOS :
    Vindo de uma vila pequena junto à fronteira, Elvas de seu nome, tem como lema de vida ser cada vez mais mediático e conhecido. Das Noites Marcianas, passando pelo Olhó Vídeo e Big Brother Famosos (mais uma vez que talento tera ele demonstrado para ser considerado famoso, quem conhecia o seu nome entao?) lá conseguiu sentar-se na cadeirinha do poder mediático! Do alto do seu pedestal vai soltando sua língua afiada e insolente. Senhor da palavra, acha que tudo sabe e que é o melhor do mundo ! Quando não conhece pessoalmente alguém mediático arrasa sem dó nem piedade por vezes até de uma forma grosseira e leviana, mas depois quando acaba por os conhecer transforma-se no melhor e mais compreensivo amigo do mundo! Até porque isso lhe convêm (a título de exemplo: Lili Caneças) Sempre disse que o seu sonho era ser famoso e hoje nesse patamar,(unicamente a nivel “dona de casa” devo acrescentar) condena quem também o deseje ! Humildade é algo que lhe falta em grande dose!

    Outra que enche os ouvidos de tanta gente…

    Maya: De professora passa a astróloga, de mao dada na noite lisboeta com Fatima Lopes, a procura de “amores” significantemente mais novos aproveita-se das beneces que a amiga lhe proporciona e actualmente está em todas . É sem duvida no entanto a mais coerente do grupo (nao fala tanto do que nao sabe, que ao longo dos tempos tem demonstrado ser bastante), falha somente por defender de forma parcial os seus amigos que se encontrem envoltos em escândalos do social. Quanto aos outros que menos presa arrasa de forma abrupta e incoerente.

    Segue-se entao…

    Valentina Torres: Srª das cantorias no passado ao expressar a sua opinião sobre este ou aquele tema, por vezes mais parece ter sofrido de um AVC. Os seus enganos são mais que muitos e a repetição do que dizem os seus colegas algo constante. Sem raciocínio lógico e com uma total falta de argumentos no seu discurso lá vai dizendo umas coisas sem qualquer importância nem conteúdo.

    Ana Maria Lucas: A eterna Miss Portugal, embora sempre muito bem posta na sua poltrona laranja, não esconde seus próprios ódios do passado e do presente sobre alguns notáveis, de porte altivo e cabelo enlacado, acha-se a dona da verdade absoluta e da experiência de vida. Constantemente manda todos trabalhar pois segundo ela também trabalha bastante e acusa a maior parte das meninas mencionadas nas “fófocas” de aproveitadoras e emergentes sociais (nao nos esquecamos de onde surgiu a “falsa fama” dos infames tertulianos). Ódio de estimação mais conhecido: José Castelo Branco (que por sua vez tambem e considerado “celebridade”? que talento demonstrou este individuo efeminado alem de uma pre-disposicao para um show off digno do mais rasca dos Drag-Queens?)

    Raquel Broegas: A única coisa que tera alguma vez marcado a sua passagem pelas cameras de que me lembro foi da tareia que levou da celebre Gisela num reality show, de resto a sua conversa é demasiado básica e rude, seu ar empinado sem qualquer razão aparente quase roça ao absurdo.

    Florbela Queiroz: Pouco ou nada diz. É mais tempo o que passa a rir das piadas dos restantes elementos e a presentear com miminhos o seu querido Cristiano Ronaldo que a falar de forma clara sobre alguma coisa. Por outro lado e até porque a historia dos cristais já deu o que tinha a dar no meio do grupo consegue colocar o seu ar de vovó repuxada e compõe de alguma forma o ramalhete . E quanto ás rábulas que faz semanalmente por favor acabem com elas!

    Daniel Nascimento: Com ar de bom rapaz, é possivelmente o mais politicamente correcto de todos. Nota-se o grande esforco a que se submite semana apos semana para nao deixar transparecer o que realmente e: Um autentico vira-casacas. Nem diz bem nem diz mal, balança conforme o vento dos seus próprios interesses. Por outro lado torna-se desta forma uma figura absolutamente dispensável no grupo.

    Todos juntos falam da vida de toda a gente, levantam suspeitas, aprofundam calúnias, desenvolvem histórias que nada mais têm para contar, espremem até à ultima gota os boatos da semana, escondem os escândalos em que estejam envolvidos os amigos chegados ou quando não conseguem fugir destes assuntos por serem demasiado óbvios suavizam os acontecimentos.

    E no meio de tudo isto consideram a maior parte deles, que o trabalho que fazem regularmente na televisão é um trabalho demasido penoso (dai, o merito ao titulo de “celebridade”, devem achar que proporcionam um servico publico a Humanidade com a sua hipocrisia, penso eu)e que não poderia ser feito por mais ninguém!
    Pelo amor de Deus, Sera que descemos tao baixo ao ponto de considerar em deixar um grupo de ignorantes, chamas apagadas outras que nunca sequer acenderam, divulgar a sua opiniao na televisao nacional? Porque pintem de que maneira vos apetecer, isso que fazem nao sao noticias e muito menos de “celebridades”.
    Sera que ainda nao repararam que em Portugal so temos uma mao cheia de verdadeiras “celebridades”? Visto que nao, darvos-hei uma “ajudinha” ao reconhecer o que sao verdadeiras celebridades e porque, ok?

    Celebridades tais como:

    Figo, Cristiano Ronaldo, Eusebio, Mourinho: Notoria a sua habilidade de jogar futebol e elevar o valor da sua bandeira, assim como inumeras contribuicoes e/ou angariacoes para os mais desfavorecidos.

    Mariza, Dulce Pontes, Maestro Antonio Vitorino de Almeida: Sao os unicos a destacarem-se como “celebridades” no mundo da musica visto que Amalia Rodrigues (Deus a tenha) ja nao conta entre nos e de resto nao vejo mais ninguem a ser reconhecido internacionalmente por alguem que nao o Portugues imigrante, e vamos ser sinceros, o portugues imigrante ouve qualquer porcaria portuguesa no estrangeiro, quanto mais nao seja para ouvir a sua lingua natal numa situacao fora do comum.

    Maria de Medeiros, Joaquim de Almeida: Perdao se estou em erro mas penso terem sido os unicos escolhidos para aparecer nas grandes telas proporcionadas por Hollywood e a eles tiro o meu chapeu, Ja sei, vao dizer Diogo Morgado tambem, mas vamos ser realistas e dar credito a quem o merece.

    Belmiro de Azevedo, Americo Amorim, Luis Filipe Vieira, Mario Soares: Por obvias e varias razoes, entre as quais se destacam o sentido para o negocio, (que bem ajuda a recuperar a estabilidade na nossa bem necessitada economia) assim como elevar o estatuto de Portugal nos mais variados campos diplomaticos.

    Ha poucos mais que poderia eu referir, tais como: Pessoas pioneiras na realizacao de eventos para fins comunitarios, Os bombeiros voluntarios que se oferecem de corpo e alma sem vista a qualquer tipo de recompensa alem da satisfacao pessoal adquirida ao realizar que fez a diferenca, principalmente durante os fogos de verao, a iniciativa tomada pelas pessoas que gerem os bancos de caridade e recolha de produtos alimentares para os mais desfavorecidos, a policia que mesmo sendo constantemente criticada ainda sente que e seu dever assegurar-nos com paz de espirito necessaria para continuarmos a trabalhar afim de atingirmos os nossos objectivos sem nos preocupar-nos se as coisas que hoje tomamos por garantidas nao desaparecerao devido a malicia daqueles que procuram uma vida facil atraves do crime, Os meios de comunicacao serios e objectivos que nos mantem ao corrente do que realmente importa e nao quanto recebera a Lili Canecas pela sua participacao no Big Brother (ridiculo).

    Em suma, num Pais onde a desordem parece reinar mais e mais, dia apos dia, onde so a solidariedade para com o nosso irmao, vizinho, amigo, ou ate a compaixao de um nobre desconhecido nos mantem a tona d’agua, eis que aparece um grupo de auto-proclamadas “celebridades” que nada fazem senao deteriorar o pouco sentimento humano que por ora resiste em todos nos, sendo pois recompensados por estes feitos em praca publica, sem dar azo a qualquer tipo de contestacao por parte do lesado, (nao sao difundidas quaisquer chamadas em directo ou que desfavorecam a opiniao suprema do grupo da Fatima).
    A isto meus amigos e chamada a cobardia do frustrado.

    Esperava muito mais de uma cadeia televisiva como a SIC, mas aparentemente mais nao podemos esperar de uma rede que como o proprio nome actualmente indica,
    S(omos) I(diotas) C(hapados.

    Sem mais

    Samir dos Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: