Momentos Únicos… únicos mesmo!

Porque entrei em contagem decrescente até ao lançamento do meu livro, comecei ontem a fazer a divulgação do mesmo ao nível da comunicação social. Passei então, o dia de ontem, no Porto e encontrei-me com algumas pessoas com quem trabalhei há uns anos atrás no Público e que se encontram agora noutros orgãos de comunicação.

Até aqui nada de extraordinário não fosse o facto de ter revisto pessoas que não via há uma boa meia dúzia de anos e por quem sinto um carinho muito especial. Quem me conhece e esteve atento, sabe que essa última meia dúzia de anos não correu muito bem, sabe que estive mais próximo do inferno do que da terra e sabe, por isso, que este reencontro me trouxe, ainda que escondidas, lágrimas de alegria. Porque ontem senti que era o virar de uma página da história que me escreve, senti-me feliz. Porque mesmo sabendo que apesar das cicatrizes que ficam de um período menos bom, consegui alcançar a serenidade que há muito não sentia e senti, nesse reencontro, que estava a recuperar pessoas que perdi no meio do turbilhão da tempestade. E deixem-me que vos diga, que boa que é a sensação de sentir que há coisas que nunca se perdem, que boa é a sensação de que depois da perda vem a conquista ou reconquista de algo que, na verdade, nunca largamos, estava apenas preso pelo fio mais ténue da sobrevivência mas que só a morte pode cortar. 

Para além desses encontros que tinham por objectivo a divulgação do livro, tinha também marcado um almoço com duas amigas que também trabalharam (e ainda lá trabalham) comigo no jornal. A Paula e Ana são aquelas colegas de trabalho que ultrapassam por mérito próprio esse estatuto e tornam-se parte de quem as conhece como eu… tornam-se amigas, verdadeiras. A Paula e a Ana são aquelas amigas com quem me ri muito, com quem me diverti a valer, com quem chorei, a quem me abracei, com quem me zanguei, discuti e fui, algumas vezes, injusta até… são aquelas amigas que no meio do turbilhão pensei ter perdido, mas resgatei a tempo de saber que afinal estiveram sempre lá, porque o que nos liga é impossível de perder. Ontem o almoço não foi grande coisa, a salada além de cara era mal servida… mas sabem?, isso não teve importância nenhuma pois o sabor que tive na boca durante a refeição era o das palavras doces que trocámos, de saudades, memórias e projectos futuros… ficou a vontade de repetir, não a salada, mas o momento, que nos encheu a alma de um sentimento que nem eu por palavras aqui consigo descrever! Obrigada amigas…

15 Respostas to “Momentos Únicos… únicos mesmo!”

  1. Que tudo continue a correr bem como esperas.🙂

  2. soniapessoa Says:

    obrigada Patti. beijinho para ti

  3. Nada como os amigos para nos fazerem sentir a vida…..

    Adorei o vídeo.

    Um enorme beijinho Sónia.

    Jorge

  4. soniapessoa Says:

    obrigada Jorge, como disse há pouco à Patti, também vocês que me visitam contribuiram para que eu voltasse a sorrir… beijinho

  5. Nunca pensei que um dia te tornasses uma “malabarista” com as palavras, não que duvidasse das tuas capacidades, mas porque simplesmente desconhecia esse teu gosto pela escrita. Um destes dias poderei comentar com alguém… eu até sou amiga dessa escritora e com todo o orgulho dizer trabalhamos juntas. Conto pelos dedos das mãos as pessoas que como tu, às vezes a bater bem no fundo, têm uma extraordinária vontade de dar a volta por cima, e seguir um caminho que não seja o das pedras. Admiro-te por isso, por essa persistência, essa determinação e vontade de tentar ser feliz. Quanto ao nosso reencontro, esse, seria de todo inevitável. Nunca pensei ter-te perdido, apenas que fizes-te uma longa viagem, e que agora estás de regresso. Bem vinda!!!!

  6. soniapessoa Says:

    puseste-me a chorar… acho que não são necessárias palavras para te responder, apenas um imenso abraço que dar-te-ei no próximo encontro que espero seja bem mais breve.

  7. Paula Fidalgo Says:

    Fiquei de lágrima no olho…Sabes que adorei o almoço (não tanto a salada..!), adorei (re)ver-te e, principalmente, adorei a tua boa disposição, a tua vitalidade, a tua serenidade e o teu bom aspecto! Enfim…tu e a Ana são duas verdadeiras amigas e é sempre um enorme prazer poder partilhar vivências, sentimentos e outras coisas mais banais.
    Falamos mais no messenger, ok?
    Beijoca,
    Paula

  8. soniapessoa Says:

    Paula, na verdade somos a três verdadeiras sobreviventes… cada uma de nós com os seus problemas, nenhum maior que o outro, tão diferentes, tão sofríveis… verdadeiras provas de força a uma sobrevivência a que nenhuma de nós deu tréguas… tu amiga és uma vencedora tanto ou mais do que eu e tu sabe-lo muito bem. E tu Ana, tão lutadora quanto nós, tens na verdade um coração inquebrável de tão bom que ele é, as tuas cicatrizes estrão na alma que de tão grandiosa continua a erradiar beleza e brilho como ninguem… somos vencedora e cada uma de nós sabe-o bem!

  9. Há tempos idos, quando nos informaste que tinhas conseguido editora para o teu livro, escrevi MERECES.É bom ler que todo o teu sofrimento teve um propósito maior, a FELICIDADE.Ficamos todos felizes por ti.
    bjs

  10. soniapessoa Says:

    Ele há coisas do diabo… eu a escrever um comentário no teu blog e tu a deixares um no meu, ao mesmíssimo tempo… ele há coisas do diabo!… beijo para ti Pedro e obrigada pelas palavras… esse MERECES nunca vou esquecer.

  11. olá! Visitei seu cantinho e achei um espaço muito agradável. Boa sorte com o livro! Bjus

  12. Olá Sónia, ao ler o que escreveste não posso deixar de comentar.
    Os verdadeiros amigos como a Ana, Paula e tu, não se perdem nunca, podem passar decadas sem os vermos, sem falarmos ou dizermos que gostamos deles, mas os verdadeiros amigos, quando há um reencontro sentem e agem como se nunca tivessem estado longe de nós.
    Tenho um grande amigo, com quem, por força da vida, não falo há muito, mas acredita não há dia que não pense nele e não sinta a sua falta, no entanto eu sei que se amanhã nos encontrarmos, vai ser como se nos tivessemos acabado de falar ontem.
    Ainda bem que estás a conseguir o que queres.
    Um beijo grande e já agora correu bem a divulgação? LOL

  13. soniapessoa Says:

    É verdade Ana, os verdadeiros amigos não se perdem apenas se desencontram. Em relação à divulgação correu super bem, como disse encontrei-me com ex-colegas de trabalho o que por si só facilita a coisa, mas eles foram uns amores como eu esperava, muito receptivos ao projecto e prometeram ajudar. Beijinho e a ver se nos encontramos no messenger…

  14. soniapessoa Says:

    Obrigada Karolina, volta sempre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: