Momentos familiares

Já eram horas, por isso mandei as crianças pra cama. O mais novo, porque acorda de manhã com as galinhas lá foi, mp3 em riste, e adormeceu rapidamente, a mais velha, porque sempre foi algo noctívaga, apareceu na sala ao fim de 15 minutos reclamando que não conseguia dormir… sentou-se no sofá ao pé de nós e na meia hora seguinte a conversa versou sobre os seguintes assuntos:

– Estava nesse momento a começar o “Momento da Verdade”, na SIC, um daqueles programas que será recordado para a posteridade como um mau serviço prestado a quem consome aquele canal (ao mesmo tempo que tem audiências altíssimas ou não gostassem os portugueses de cuscar sobre a vida do vizinho do lado). O programa era uma repetição do da semana passada pois a polémica gerada foi tanta que acharam que deviam repetir a dose. Rita Ferro Rodrigues apresentou o participante dessa noite, fazendo uma análise das consequências da sua prestação. As conclusões foram as seguintes (e vou citar duas ou três, porque eu não vi da primeira vez e sei que não vou ver desta também… ):

Depois de afirmar perante milhões de espectadores, incluindo família, que na mercearia de que é dono costumava aldrabar o povo na balança a favor de si próprio, depois de afirmar que por 250 mil euros teria relações homosexuais, de admitir que já tinha batido na mulher porque estava chateado e se enervou, depois de confessar que não tem orgulho no próprio filho e o polígrafo ter considerado essas afirmações verdadeiras… depois disto, que aparentemente para o protagonista é coisa pouca, feito um inquérito lá na terra do senhor, em Meda, Gondomar, chegou-se à conclusão de que o senhor é, neste momento, considerado como um herói, senão nacional, pelo menos local.

O Momento serviu para se reflectir sobre quanto vale a privacidade de cada um de nós, quanto vale a humilhação daqueles que nos amam e nos deveriam ser queridos, quanto vale 250 mil euros…

Logo a seguir, veio à baila o programa, também exibido na SIC, “Lucy”… dizia a minha mais velha que nunca tinha visto e gostava de ver para saber o que é… eu proíbo muito pouca coisa à minha mais velha, ela é uma míuda responsável, com um elevado nível de bom senso e nunca tive por isso necessidade de o fazer… pela primeira vez fi-lo, e expliquei-lhe que a bem da sua sanidade mental estava proibida de ver o programa “Lucy”… porque ver aquilo é uma experiência traumática… ver uma jovem quase nua, com umas quase nulas peças de roupa, tipo a fugir para o cabaret, cantar canções românticas a criancinhas de 4, 5, 6 anos de idade… é absolutamente traumático e desnecessário.

Ela acatou a sugestão e rematou: “tá tudo bêbado neste país”.

Foi a deixa para a questão que encerrou a noite… a que deu menos polémica e a mais fácil de resolver…

– Mãe, quando os condutores bêbados sopram no balão como é que aquilo acusa o alcoól no sangue?

– Sei lá, pergunta ao teu pai (resposta recorrente quando a rapariga dá em inteligente, que até é, e faz perguntas complicadas)

– Como é pai?

– Olha se queres que te diga não sei…

Bem… vou para a cama. – remata ela desconcertada com a ignorância de quem lhe devia responder a todos os porquês da sua vida! Mas, não sem antes, me fazer prometer que ía deixar aqui a pergunta para que quem saiba me possa responder… é que não sei porquê, ela quer mesmo saber a resposta!!…

14 Respostas to “Momentos familiares”

  1. Olá Sónia,
    Há muito tempo que deixei de surpreender com a programação televisiva dos canais generalistas publicos e privados. Honra seja feita à “2” que ainda vai dando conteúdos interessantes.
    Quanto à duvida sobre o teste do balão, colocada pela tua filhota, posso dizer que a medição da concentração de alcool no sangue atravéz do ar expirado, é feita com o ar alveolar, pois só ao nivel dos alveolos, a concentração de alcool nos pulmões é identicaà que se encontra na corrente sanguinea. Essa medição, deve ser feita com uma expiração longa e quase total, pois é na parte final da mesma que está presente o ar alveolar, e, de preferencia, este teste, deve ser feito apenas após um intervalo de 15 minutos desde a ingestão da ultima bebido, porque feito logo a seguir, a boca terá uma dose muito elevada, mesmo que tenha sido apenas uma pequena dose de bebida.
    Espero ter ajudado🙂
    Beijinho.

  2. soniapessoa Says:

    Obrigada Jorge, vou transmitir-lhe a informação. joquinhas

  3. Horribile!

    É-me difícil ver este tipo de programa, concurso, o que lhe queiram chamar. Não entendo como pode tanta gente ter prazer em ver quem por dinheiro se desnuda, exibindo publicamente a sua vida e a de seus familiares, e a forma como o mesmo é conduzido, para explorar as fragilidades de cada um. Possivelmente encontramos nos erros mais graves dos outros, segundo um critério, por nós desenvolvido, o alívio para alguns, que já tenhamos cometido, ou para tudo o que ainda nos é difícil de assumir e de aceitar.

    O que consegui ver nesse programa, foi a jornalista a interrogar o concorrente, sobre violência doméstica e o facto de ter cobardemente batido na mulher. Mas achei igualmente, violento, a forma como o agressor, estava publicamente a ser condenado.

    Uma tristeza!

    jj

  4. Agradeço a sua visita e felicito-a pelo blogue!

    Abraços poema,

    jj

  5. Olá Sónia,
    O alcool no sangue tanto pode ser medido através do método do sopro no balão como através de contraprova, através de uma pequena amostra de sangue no hospital mais próximo.
    A medição é apresentada em gramas de alcool por litro de sangue (1,2 g/l é crime, se apanhado a conduzir), e a contraprova deve ser sempre requerida depois do teste do balão, porque basta o medidor não estar acondicionado nas condições exigidas para alterar os resultados.
    E sim, as crianças podem ser muito perspicazes nas perguntas.
    Os meus pais calavam-me com o “procura no dicionário, enciclopédia, etc”. Hoje dar-lhe o gosto pela pesquisa na internet pode uma das soluções!
    E ficamos sempre bem vistos, não é que não saibamos, mas queremos ajuda-los a crescer e a procurar respostas por eles próprios!
    ***

  6. Olá Sónia

    Somos um estranho país, onde os heróis se fazem de pessoas que deviam estar presas….

    Não vi o programa…. nem vou ver

    Beijinho
    Jorge

  7. soniapessoa Says:

    Sabes, Jorge, eu gosto sempre de ver, nem que seja só uma vez, para poder falar sobre isso e usar como exemplo, para os meus filhos, daquilo que é mau, usar como uim mau exemplo a seguir… joquinhas

  8. soniapessoa Says:

    Medusassss, obrigada. bejinhos

  9. soniapessoa Says:

    João, a mim tb não me dá qualquer prazer em ver este tipo de programas, mas, talvez por defeito profissional, gosto de ver, pouco que seja, para poder opinar e usar como maus exemplos de vida, maus exemplos de serviço televisivo, etc. Obrigada pela visita e palavras simpáticas. Beijinhos

  10. Olá Sónia, eu seria hipócrita se disse-se que não vejo o programa da Teresa Guilherme, porque vejo. É uma tristeza sim senhor ver o que as pessoas são capazes de fazer por dinheiro. Elas não são enganadas, sabem ao que vão.
    Eu vejo-o como uma boa alternativa ás novelas nem que seja para o criticar, caso contrário onde é que eu vou arranjar outro tema de conversa! Quanto á Lucy, eu tento que a minha filha não veja e é engraçado o comentário que eu noutro dia ouvi de um homem: ” Aquilo não é programa de crianças, é um programa para entreter homens ao sábado de manhã e fazer meninos ao domingo.

  11. soniapessoa Says:

    A observação feita por esse senhor é pertinente…

  12. Bom, tenho a dizer-te que também assisti à conversa da Rita Ferro rodrigues com o homenzinho. Acho que é o melhor epíteto para o classificar, porque ele é assim uma coisa “poucochinha”. Só tem em mente uma coisa: dinheiro, “muita grana” como ele dizia, sendo capaz de ter relações homossexuais para ganhar os 250 mil euros. é de ter pena destes pobres de espírito. Mas este homenzinho com cara de bolacha e velhaquinho, é um pouco o retrato da realidade de meios pequenos.
    Quanto áquela coisa do alcool no sangue, num sei responder…😛 Se descobrir depois digo!

    xinhus

  13. E nem sei o que isso é… nem sei ligar a minha TV…
    depois ainda tinha insónias…
    No entanto há bons programas tb… mas, a questão aqui são os momentos familiares em causa nos horários nobres..
    beijinhos das nuvens

  14. reverprogramas Says:

    Para rever os principais programas da TV e rádio aconselho a visita a este site:

    http://rever.pt.vu/

    Directório de Programas de TV e Rádio na Internet

    http://rever.pt.vu/

    programas de:
    * Debate/Análise
    * Entrevista
    * Reportagem
    * Humor
    * Desporto
    * Economia/Gestão
    * Ciência/Tecnologia
    * Especiais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: