Agora estou aqui!

Posted in Uma Nova História (Contos Infantis) with tags , on Janeiro 4, 2015 by soniapessoa

Acho que nunca cheguei a dizer adeus. A ideia era fazer uma pausa a que a vida me forçou, mas a pausa passou de breve a prolongada, tão prolongada que lhe ditou o fim. Voltei várias vezes, mas sem conseguir escrever. Senti que aqui já não fazia sentido. Houve amigos que me seguiram, outros amigos que se perderam. Espero que nunca seja tarde para os recuperar, ou me recuperar. Estou no facebook, apareçam! E estou também aqui , https://www.facebook.com/edicoesserdiferenteebom ,com um novo projecto literário. Convido todos a conhecerem o projecto que passa por um crowdfunding que podem apoiar. Espreitem aqui para conhecer e apoiar o projecto! http://ppl.com.pt/pt/prj/um-dia-na-praia

Saudades…

capa

João Eduardo

Posted in Uncategorized on Setembro 17, 2011 by soniapessoa

J, O, A, O, E, D, U, A, R, D, O…
quatro consoantes
e sete vogais,
um abraço,
um olhar,
a tua mão na minha,
o teu sorriso,
o teu calor…
Quatro consoantes
e sete vogais,
a tua luz,
a tua força,
o teu amor,
o teu carinho,
Quatro consoantes
e sete vogais
compõem a minha poesia
que te evoca,
te eleva,
te agradece,
te enaltece
Quatro consoantes
e sete vogais
gravadas em mim
e onde leio todos os dias
a palavra
A, M, I, Z, A, D, E…

(Agora é só ir ao Google e pesquisares… abraço-te!)

Morte de Bin Laden

Posted in Uncategorized on Maio 4, 2011 by soniapessoa

“Comunidade internacional congratula-se com morte de Bin Laden”…

esta frase, que hoje li , e ouvi, em vários meios de comunicação, deixou-me a pensar. Eu que até sou a favor da pena de morte em casos extremos, dei por mim a pensar até onde vai o nosso direito enquanto cidadãos do mundo, de nos congratularmos com a morte de alguém. Podemos experimentar vários tipos de sentimentos, de alívio, porque o homem era realmente malévolo e provocou a morte e espalhou o terror pelo mundo inteiro, serenidade e respeito pelos que partiram, fruto da sua violência, consternação e solidariedade pelas famílias que jamais recuperarão os seus entes queridos, justiça até… mas alegria? Congratularmo-nos, como quem recebe um prémio há muito esperado… senti que não fazia grande sentido sermos prepotentes ao ponto de hoje o sol brilhar mais nas nossas vidas porque  Bin Laden foi morto… no que a mim me diz respeito, fico-me pelo silêncio, e pela tristeza imensa de que seja preciso nos dias de hoje ser necessário matar  para que este seja um mundo melhor.

João… este é especialmente para ti…

Posted in Uncategorized on Abril 26, 2011 by soniapessoa

Há pessoas que merecem o melhor de nós… mesmo que neste momento o melhor de nós seja erguer-me das profundezas do meu sofá, que começa a estar mais deprimido que eu, e voltar a este blog,  52 dias depois do último post, para dizer isso mesmo, que há pessoas que merecem o melhor de nós. Há pessoas que nos surpreendem sem grande surpresa, a cada dia, a cada passagem da nossa vida, a cada tropeção, a cada vitória. Há pessoas que merecem o melhor de nós, quando se entregam naquela que é uma das maiores grandezas do homem, do ser humano, que é dar-se inequívocamente, sem esperar nada em troca… a isso, acho que se chama amizade.  Numa altura em que lá do fundo do meu triste e deprimido sofá, pouco mais vejo que uns brilhantes raios de sol, ou sinto o bater da chuva nos vidros, a lembrar-me que há vida para lá da minha tristeza,  há quem saia do seu quente e confortável sofá, alegre até, para me resgatar de um naufrágio certo, a que o meu triste e deprimido sofá não irá resistir. Há por isso pessoas que merecem o melhor de nós… o meu melhor, hoje, foi levantar-me do meu sofá, já não tão triste, nem tão deprimido, e vir aqui, onde não vinha há 52 dias, dizer-te, João Eduardo, que estás para sempre no meu coração, ficarás para sempre na minha vida… mais colorida, menos deprimida, hoje, e noutros dias que virão, espero, graças a ti. Obrigada.

Lindo

Posted in Uncategorized on Março 5, 2011 by soniapessoa

Palavras para ti

Posted in Uncategorized on Fevereiro 23, 2011 by soniapessoa

Hoje a minha amiga perdeu a mãe. Uma morte anunciada que nunca se espera. Lágrimas que se choram que não se querem nunca vir a chorar. Sentimentos de perda, de desnorte, de raiva, de uma imensa solidão, porque se perde quem mais se ama na vida. Hoje abracei essa amiga e chorei com ela, por ela, e por mim… hoje quis, porque não consigo acabar com um sofrimento que há muito me persegue, poder acabar com o dela, e chorei… por ela, por mim , pela sua perda, e pela minha… hoje amiga queria mudar o mundo por ti, pô-lo de pernas para o ar, trazer a tua mãe de volta e ver-te de novo sorrir…

Morreu Carlos Pinto Coelho

Posted in Uncategorized on Dezembro 17, 2010 by soniapessoa

Aqui lhe presto a minha homenagem, pelo grande profissional que era.

“O jornalista Carlos Pinto Coelho morreu esta noite, aos 66 anos, na sequência de uma intervenção cirúrgica à aorta, confirmou à agência Lusa o diretor da RTP2, estação à qual esteve ligado durante décadas.
Informado por familiares de Carlos Pinto Coelho, Jorge Wemans confirmou a morte do jornalista, internado de urgência.O director da RTP2 saudou a “enorme generosidade” de Carlos Pinto Coelho com a cultura e os autores, enaltecendo “o seu papel na divulgação da atividade cultural”.
Uma fonte hospitalar adiantou à Lusa que o jornalista deu hoje entrada de urgência no Hospital de São José, em Lisboa, tendo sido transferido para o Hospital de Santa Marta.
Foi submetido a uma intervenção cirúrgica ao coração, mas acabou por falecer devido a uma complicação aguda.

Carlos Pinto Coelho nasceu em Lisboa, em 1944. Viveu 18 anos em Moçambique, regressando a Portugal para estudar Direito na Universidade de Lisboa. Ainda antes de terminar o curso, começou a trabalhar como jornalista no Diário de Notícias, em 1968. 
Uma das caras mais emblemáticas da RTP, desempenhou várias funções na estação pública, de chefe de redação a diretor de programas. Apresentou o ‘Telejornal’, mas foi com o magazine diário ‘Acontece’, que conduziu durante dez anos, que Carlos Pinto Coelho se tornou mais conhecido. Passou também pela rádio e deu aulas de jornalismo.
Publicou também vários livros: ‘A Meu Ver’ (1992), ‘De Tanto Olhar’ (2002) e ‘Assim Acontece – 30 Entrevistas Sobre Tudo… E o Resto’ (2007). 
Em 2000 foi agraciado com a Ordem do Infante D. Henrique. “, in Caras on line

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.